“Os centros serão mais preponderantes”, Paulo Areal, Presidente da ANCIA

10 - pauloareal

A evolução dos centros de inspeção automóvel tem sido muito positiva. Na opinião de Paulo Areal, presidente da ANCIA, o contributo do setor para a segurança rodoviária é grande, mas lamenta a existência de tantos operadores.

Reconduzido na presidência da Associação Nacional de Centros de Inspeção Automóvel (ANCIA) há dois anos, Paulo Areal realça a evolução positiva do setor, nos últimos tempos. Destaca o papel crucial dos centros na promoção da segurança rodoviária e defende o alargamento das inspeções a todos os veículos motorizados.

Em entrevista ao Jornal das Oficinas, o responsável lamenta a existência de demasiados operadores no setor e reclama uma alteração dos requisitos técnicos aplicados pelos centros de inspeção relativos ao controlo de emissões, que, segundo explica, devem “evoluir rapidamente para formas mais rigorosas de inspeção”.

Foi reeleito há pouco mais de dois anos. Na altura, estabeleceu como prioridade reforçar a “reputação técnica e social” do setor. Que balanço pode fazer da evolução do mesmo nestes dois últimos anos?

Ao longo dos últimos anos, o setor fez uma evolução bastante significativa, tendo-se verificado um reforço da credibilidade das inspeções junto da opinião pública, em resultado do rigor e credibilidade do trabalho desenvolvido pela generalidade dos operadores.

É indiscutível que estamos perante um setor que tem contribuído para o aumento da segurança rodoviária nas nossas estradas. E os centros de inspeção estão, claramente, comprometidos com um serviço de qualidade.

Leia a entrevista completa na edição de setembro do Jornal das Oficinas.

Notícias da mesma categoria

Avatar

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Banners - PopUp_Jornal_Oficinas