Secagens de alta produtividade: otimizar recursos

Secagens de alta produtividade: otimizar recursos

Os produtos e processos que permitem secar e curar, de forma rápida e profunda, a espessura de tinta aplicada, com uma aplicação de calor mínima ou nula, pemitem otimiza os recursos disponíveis.

Para otimizar os recursos disponíveis na área de pintura, os fabricantes estão em contínuo processo de investigação e desenvolvimento de produtos e processos inovadores que proporcionem vantagens, benefícios e melhorias na rentabilidade.

Existem diferentes fórmulas e recursos para melhorar o rendimento da pintura automóvel. Neste caso, focamo-nos numa vertente muito simples e económica: produtos e processos que permitem secar e curar, de forma rápida e profunda, a espessura aplicada, com uma aplicação de calor mínima ou nula.

Tendo em conta os elevados encargos com a eletricidade, é uma boa altura para considerarmos a utilização destes produtos. Antigamente, as tintas que se aplicavam nos automóveis podiam secar ao ar com total garantia de sucesso.

Referimo-nos às tintas com nitrocelulose, sintéticas e, um pouco mais recentes, às lacas e aos esmaltes acrílicos convencionais e MS. No entanto, a legislação sobre os compostos voláteis contaminantes da tinta sofreu alterações.

Os fabricantes desenvolvem produtos menos contaminantes, como as resinas acrílicas HS, UHS, para produtos 2K, e as bases bicamada aquosas em substituição das bicamadas com dissolvente.

Leia o artigo completo na edição de novembro do Jornal das Oficinas.

 

Notícias da mesma categoria

Secagens de alta produtividade: otimizar recursos

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com