Audi A1 citycarver: crossover para mentes inquietas

Audi A1 citycarver: <em>crossover</em> para mentes inquietas

Baseado no A1 Sportback, o A1 citycarver é o novo crossover compacto da Audi que pretende criar tendências. Estará disponível com três motorizações a gasolina e promete fazer furor.

Entradas de ar sob o capot, proteções nas cavas das rodas e embaladeiras, grelha singleframe octogonal de grandes dimensões com padrão em favos e acabamento em preto mate, vias mais largas, jantes até 18”, proteção inferior dianteira com acabamento em aço inoxidável.

O A1 citycarver é o novo crossover da Audi. Face ao modelo do qual deriva, A1 Sportback, apresenta uma altura ao solo 40 mm superior, de modo a reforçar as suas aptidões off-road. Maior altura ao solo essa que resulta de uma suspensão 35 mm mais alta, permitindo maiores ângulos de entrada e saída, assim como uma melhor passagem a vau.

Dos 40 mm de ganho de altura, 35 devem-se à suspensão e os restantes 5 mm aos pneus montados de série, que são maiores do que os do A1 Sportback.

Com uma bagageira que anuncia 335 litros de capacidade (1.090 litros com os bancos traseiros rebatidos), o interior estará disponível nos acabamentos S line e Edition One, contando com uma ampla gama de tecnologias e serviços digitais.

O painel de instrumentos, de série, é totalmente digital e dispõe de 10,25”, permitindo visualizar dados do automóvel e da condução. Opcionalmente, pode ser equipado com o Audi virtual cockpit, que oferece ambientes diferentes de exibição da informação.

O sistema MMI, de série, é exibido na consola central e fornece acesso aos serviços digitais Audi connect. O MMI Navigation plus e propõe ecrã tátil com 10,1” e controlo de voz.

O chassis, a direção e a distribuição de pesos do Audi A1 citycarver estão perfeitamente afinados entre si para permitirem um estilo de condução desportivo. No opcional pacote Dynamic, estão incluídos equipamentos que apuram o comportamento.

Além das maxilas dos travões pintadas de vermelho, o sistema Audi drive select para personalização dos modos de condução, o atuador de som para uma sonoridade mais purista e a suspensão com controlo eletrónico do amortecimento são outros ex-líbris deste crossover.

O Audi A1 citycarver estará disponível apenas com motores a gasolina, todos sobrealimentados, com injeção direta e filtro de partículas.

Na fase de lançamento, chegarão os 25 TFSI (1.0 de 95 cv) e 30 TFSI (1.0 de 116 cv). Para mais tarde, ficará a versão mais potente: 35 TFSI (1.5 de 150 cv com tecnologia COD – Cylinder On Demand).

A variante 25 TFSI poderá ser requisitada com transmissão manual de cinco relações. Já a versão 30 TFSI, estará disponível com caixa manual de seis velocidades ou automática de sete relações (S tronic).

Notícias da mesma categoria

Audi A1 citycarver: <em>crossover</em> para mentes inquietas

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com