Motorservice Group apresenta pistão de aço da Kolbenschmidt

Motorservice Group apresenta pistão de aço da Kolbenschmidt

A Kolbenschmidt GmbH, que integra a Rheinmetall Automotive, é pioneira no desenvolvimento de pistões de aço para uso em motores de veículos ligeiros, uma tecnologia que há muito se estabeleceu na construção de motores modernos.

O pistão de aço anuncia vantagens em relação ao pistão de alumínio, como a redução do atrito, do peso e do consumo. A MS Motorservice International GmbH traz, agora, esta tecnologia da sua empresa para o mercado de pós-venda.

A tendência para a utilização de pistões de aço em motores de veículos ligeiros, que começou em meados de 2010, há muito que foi confirmada. Muitos fabricantes de automóveis confiam nesta inovação. Afinal, pressões crescentes e altas temperaturas colocam requisitos crescentes sobre o motor moderno.

Requisitos que o pistão de aço mais pequeno e mais leve pode satisfazer de forma mais fiável. O Motorservice Group reage, agora, prematuramente a este desenvolvimento e oferece pistões de aço para os motores Mercedes-Benz OM 642.855, OM 642.873, OM 654.920 e OM 656.929 no aftermarket e, assim, peças de reposição com qualidade de fabricante de equipamento original.

A utilização cada vez maior do pistão de aço deve-se a várias vantagens em comparação com o pistão de alumínio. Com pistões de aço, são possíveis pressões de ignição muito acima dos 200 bar e temperaturas de pico superiores a 400°C.

Assim, são obtidas potências de litro mais elevadas, o que, por sua vez, permite reduzir ainda mais o tamanho dos motores. Além disso, a dilatação térmica do aço é bastante inferior à do alumínio. O pistão de aço está já em estado frio próximo da forma ideal.

Isto significa que a folga necessária para o movimento pode ser, significativamente, reduzida e os parceiros de deslize podem ser melhor combinados entre si para reduzir o atrito.

Os revestimentos de superfície desenvolvidos especialmente pela Kolbenschmidt para os pistões de aço reforçam ainda mais este efeito, pelo que a suavidade de funcionamento, as propriedades de funcionamento suave e as características de funcionamento a frio dos pistões de aço foram novamente melhoradas.

Graças à folga mais pequena ou mais estreita, o consumo de óleo e os gases blow-by são, também, reduzidos. Além disso, a segurança operacional aumenta tanto na fase de arranque a frio como na carga máxima na gama de temperaturas superior.

A maior resistência do aço e a sua resistência à temperatura permitem, também, construções de paredes muito finas. Assim, os pistões de aço podem ter uma construção mais leve do que os pistões de alumínio.

A altura de compressão do pistão e a sua altura total podem ser reduzidas. Em construções novas, são possíveis poupanças de, aproximadamente, 30% em relação ao alumínio.

Graças aos maiores diâmetros de pino do pistão em comparação com o alumínio, é possível obter transmissões de força mais elevadas. Em última análise, ao utilizar pistões de aço, o motor pode ser mais pequeno, mais leve e mais eficiente.

Notícias da mesma categoria

Motorservice Group apresenta pistão de aço da Kolbenschmidt

Do mesmo Autor: Joana Calado

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com