“Nem todos podem dizer que trabalham numa empresa (quase) centenária”, Amílcar Nascimento

12 - GT100_151

Quase um século cumprido sobre a presença das baterias Tudor no mercado nacional, a Exide Technologies continua a estar na vanguarda da tecnologia do mercado. Amílcar Nascimento, key account & marketing manager para Portugal, fala de uma longa história de sucesso.

As baterias Tudor estão quase a comemorar 100 anos de presença em Portugal – data que será celebrada em 2020. Um nome histórico pelo qual, ainda hoje, o fabricante mundial, Exide Technologies, é conhecido no mercado nacional.

Em entrevista ao Jornal das Oficinas, Amílcar Nascimento, key account & marketing manager, fala da forte responsabilidade ambiental da empresa e do seu compromisso com a vanguarda e a qualidade dos produtos.

Qual o balanço de 2019 para a Exide?
A nossa empresa, como sabem, não trabalha com o ano civil, mas sim com o norte-americano, que vai de 1 de abril a 31 de março. O ano começou por ser um pouco atípico, devido, sobretudo, às condições climatéricas, que influenciam (e muito) o rendimento e o tempo de vida útil das baterias.

Mas podemos dizer que está a ser um ano dentro das nossas expectativas e que iremos cumprir. Em alguns aspetos, ultrapassaremos os nossos objetivos iniciais.

Na sua opinião, como se encontra a saúde do mercado das baterias em Portugal?
Devido, sobretudo, à idade do parque, o negócio das baterias está bem e manter-se-á estável por mais alguns anos. Existe muita oferta, muitas marcas de baterias e, isso, faz com que continue a existir uma pressão muito forte para o mercado de preço em detrimento da qualidade, embora o cliente final já esteja muito informado e a dar cada vez mais importância a outros fatores que não apenas o preço, bem como a preferir marcas de baterias instantaneamente reconhecidas e confiáveis.

Também o facto de os veículos mais recentes serem tecnicamente mais evoluídos, veio criar um novo desafio para selecionarem o produto certo. Quando todos os blocos de baterias aparecem, lado a lado, a marca é o único garante real da qualidade interna. A Exide mantêm a reputação das suas marcas.

Não perca a entrevista completa na edição de dezembro de 2019 do Jornal das Oficinas.