Pierburg dispõe de bombas de refrigeração elétricas

Pierburg dispõe de bombas de refrigeração elétricas

Em motores com transmissões parciais ou totalmente elétricas, a eletrificação das unidades auxiliares é inevitável. As bombas de refrigeração acionadas eletricamente têm um amplo espectro de desempenho.

As bombas podem ser utilizadas tanto para o arrefecimento de motores de combustão convencionais como para pilhas de células de combustível em veículos equipados com esta tecnologia.

A “falta de confiança” no sistema de acionamento mecânico também as torna ideais para aplicações híbridas e 100% elétricas. Com uma família de produtos de bombas de refrigeração elétricas em várias faixas de desempenho, a Pierburg cobre todo o espectro de aplicações.

Com três tipos principais, a Pierburg cumpre os requisitos nas faixas de potência pequena, média e alta de bombas de refrigeração elétricas. O menor “membro da família” na extremidade inferior do espectro de potência é a de circulação de água (WUP), que desenvolve de 15 a 20 Watt, dispõe de motor EC monofásico e está equipada com sensor para comutação.

Os campos de aplicação desta bomba são múltiplos. Por exemplo, a bomba é utilizada para gestão térmica de transmissões, arrefecimento indireto do ar de sobrealimentação em motores de combustão menores, arrefecimento pós-operacional de turbocompressores após o motor de combustão ser desligado e arrefecimento da recirculação dos gases de escape para reduzir as emissões de óxido de azoto.

A Pierburg desenvolveu uma bomba de circulação de água (WUP) trifásica comutada sem sensor para veículos elétricos, nos quais a emissão de ruído das bombas foi mantida num nível muito baixo.

A WUP encontra-se a ser produzida em série desde 2018. Abrange uma faixa de potência de até 50 Watt. Sendo o seu nível sonoro inferior a 25 decibéis, a bomba não é percetível mesmo quando o veículo está parado.

É utilizada, por exemplo, para ar condicionado no compartimento de passageiros ou para arrefecer motores elétricos, baterias ou unidades eletrónicas de potência.

No caso das bombas CWP, as suas grandes “irmãs” CWP 35, 50, 65, 150 e 250 fornecem de 35 a 250 Watt. Dispõem de motor EC trifásico sem sensor e são usadas, principalmente, para arrefecer unidades auxiliares e indiretamente o ar de sobrealimentação de motores turbo. Outra área de aplicação é o arrefecimento de unidades motrizes, eletrónicas de potência e baterias de veículos elétricos e híbridos.

Quando às bombas CWA, destinam-se a uma faixa de desempenho mais elevada. A Pierburg dispõe das CWA 400 e CWA 950 no seu portefólio de produtos. Ambas têm motor EC trifásico sem sensor e são classificadas entre 400 e 950 Watt.

Enquanto a CWA 450 é alimentada pelo sistema elétrico de 12 Volt do veículo, a CWA 950 foi projetada para um sistema elétrico de 48 Volt. Atualmente, estas bombas são usadas para o arrefecimento principal do motor de combustão e para arrefecer veículos movidos a células de combustível.

Notícias da mesma categoria

Avatar

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com