Ferodo explica a mudança na tecnologia ecológica ocorrida nos produtos de fricção

Ferodo explica a mudança na tecnologia ecológica ocorrida nos produtos de fricção

Com o recente incremento nas vendas mundiais de veículos 100% elétricos, a procura por produtos de fricção adaptados levou a evoluções empolgantes no mercado dos veículos elétricos e híbridos.

O que traduz esse boom de veículos elétricos em números? Resumindo: um aumento de 92% para 765 mil unidades elétricas vendidas em 41 mercados diferentes no primeiro semestre de 2019.

É essa mesma tendência elétrica que deverá acelerar ainda mais nos próximos meses e anos, de acordo com dados da JATO Automotive Market Research. Mudanças essas que são nada mais nada menos do que uma revolução elétrica, que exige uma tecnologia. E é exatamente aqui que entram os produtos de fricção, que desempenharão o seu papel por excelência.

Desde o ruído gerado pelo motor e pela travagem regenerativa até ao peso bruto do veículo e potência de aceleração, os veículos elétricos têm diferentes requisitos no capítulo da travagem.

Analisando o sistema de travagem regenerativa ao detalhe, pode dizer-se que este método de travagem inteligente permite que o veículo atue como um gerador, transformando a energia cinética das rodas em eletricidade.

Os veículos elétricos alcançam a travagem acionando os seus motores em movimento inverso, extraindo energia das peças travadas para armazenar energia e recarregar as baterias elétricas. A resistência que acompanha auxilia as pastilhas de travão na superação da inércia, diminuindo a velocidade do veículo.

Neste caso, os travões atuam como reserva quando o sistema de travagem regenerativa não fornece poder suficiente. No entanto, trabalham, principalmente, em travagens bruscas ou rápidas.

Ferodo explica a mudança na tecnologia ecológica ocorrida nos produtos de fricção

O que é muito diferente do sistema de travagem tradicional, onde as pastilhas de travão criam atrito com os discos para diminuir a velocidade ou parar completamente o veículo. O atrito, aqui, é produzido entre as rodas e a superfície da estrada, criando calor a partir da energia cinética do veículo. Esse calor, no entanto, permanece sem aproveitamento e acaba por ser desperdiçado.

Quando a bateria de um veículo elétrico está carregada, o sistema deixa de poder tirar proveito da travagem regenerativa. O que significa que os travões precisarão de fazer todo o trabalho sem qualquer apoio do motor. Para absorver essa tensão, é necessário um fluido de travão aprimorado, com elevado ponto de ebulição seco e húmido.

Quando a bateria não está completamente carregada, os travões têm menos trabalho, o que diminui o desgaste. O que significa que o sistema de travagem regenerativa é utilizado com menos frequência. Um fluido de travão com proteção otimizada contra corrosão deve enfrentar essa segunda preocupação. O Ferodo FBE050 é um fluido de travão otimizado para utilizar em veículos híbridos e elétricos.

A mesma abordagem especializada é vital quando se leva em consideração as correntes elétricas do veículo, pesando num fluido de travão com um nível de condutividade mais baixo. Para além disso, há desenvolvimentos em ESP, ABS, ADAS e AD, além da procura por veículos com ênfase no tempo e na frequência do ciclo. É aqui que as excelentes propriedades de lubrificação e os requisitos de baixa viscosidade surgem com pleno efeito.

A Ferodo dedica-se procurar soluções engenhosas ao desenvolver os seus produtos de fricção e está ansiosa para explorar, ainda mais, esses avanços ecológicos na tecnologia. Após cinco anos de engenharia, a Ferodo desenvolveu as pastilhas de travão ECO-Friction, uma solução com baixo teor de cobre que reduz os metais pesados e suas emissões, sendo altamente eficiente para veículos elétricos, híbridos e outros equipados com travões de estacionamento elétricos.

Trata-se de uma solução que pode tornar os veículos atuais e futuros ainda mais ecológicos, mais seguros e mais leves. Como? Minimizando as partículas poluentes e diminuindo o peso da pastilha e do disco. O fluido de travão DOT 5.1 EHV é o primeiro para veículos elétricos. Para elevado ponto de ebulição seco e húmido, maior resistência à corrosão e baixa condutividade.

 

 

 

 

Notícias da mesma categoria

Avatar

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com