NGK Spark Plug participa ativamente na Shell Eco-marathon

NGK Spark Plug participa ativamente na Shell Eco-marathon

Ainda que a pandemia de Covid-19 a tenha interrompido, a Shell Eco-marathon é uma corrida como nenhuma outra. Durante mais de 30 anos, universidades de toda a Europa construíram e competiram com automóveis, não apenas para ver quem cruzava primeiro a bandeira de xadrez, mas para descobrir, também, quem percorria a maior distância com um único litro de combustível.

Trata-se, no fundo, de uma competição não convencional que defende a mobilidade sustentável, a eficiência dos combustíveis e a inovação. Temas que são, aliás, uma combinação perfeita para NGK Spark Plug, especialista líder mundial em ignição e sensores. Como tal, a empresa ficou entusiasmada em aceitar o convite para apoiar a Universidade de Rostock, fornecendo à sua equipa, “Hanseatic Efficiency”, as soluções técnicas de que dispõe.

A “Hanseatic Efficiency”, fundada em 2008, participou na sua primeira competição no ano seguinte, o que, em si mesmo, é uma conquista, já que ter acesso à competição não é tarefa fácil, já que as equipas devem submeter-se a várias fases de design. Processo que culmina com uma inspeção técnica por parte da Shell Eco-marathon, que examina os aspetos críticos do veículo, bem como as suas características de segurança.

As equipas participantes podem escolher entre duas categorias: “Urbanconcept” (abrange veículos de quatros rodas com características de “veículo familiar”); “Protótipo” (abrange geralmente veículos de três rodas, com ênfase em leves e ultra eficientes).

Cada categoria encontra-se dividida em três subcategorias, que são determinadas pelo tipo de motor utilizado. A saber: 1 (motor de combustão interna – ICE – que permite a utilização de gasolina, Diesel e etanol, GNC e GTL); 2 (bateria elétrica); 3 (célula de combustível para hidrogénio). A equipa “Hanseatic Efficiency” concorre na categoria “Protótipo”, participando na subcategoria ICE desde a sua inauguração, em 2017.

Com mais de 10 anos de experiência como equipa, o veículo da “Hanseatic Efficiency” sofreu muitas mudanças, o que resultou em avanços significativos.O que pode ser visto no protótipo atual do equipamento, “Larus”, lançado em 2018. A experiência adquirida, assim como os avanços tecnológicos que a última década testemunhou, podem ser encontrados no veículo atual.

Embora a pandemia de Covid-19 tenha interrompido a maratona ecológica da Shell este ano, a equipa “Hanseatic Efficiency” está ansiosa para continuar a melhorar o seu “Larus”. O chassis for revisto para torná-lo mais leve, a carroçaria foi aprimorada para otimizar o coeficiente de resistência aerodinâmica e os microcontroladores para a linguagem de programação C++ (que está a substituir o Bascom) facilitarão a atualização dos novos membros da equipa.

Pela primeira vez, a NGK Spark Plug forneceu kits de sondas Lambda NTK, o que atribui um benefício adicional ao “Larus”. O design das sondas Lambda mantém uma relação ar-combustível perfeita e garante uma conversão ótima do combustível em condições difíceis do motor, conseguindo, assim, reduzir as emissões nocivas e minimizar o consumo de combustível do veículo.

Notícias da mesma categoria

Avatar

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com