Pandemia ‘obriga’ portugueses a utilizar carro próprio

Pandemia ‘obriga’ portugueses a utilizar carro próprio

O Covid-19 Mobility Survey revelou que 89% dos portugueses são agora mais propensos a andar de carro próprio do que a utilizar transportes públicos devido à pandemia, enquanto 20% dos condutores consideraria agora comprar um carro totalmente online.

A CarNext.com, o principal mercado online europeu de carros usados de alta qualidade, divulgou os resultados do Covid-19 Mobility Survey, um inquérito que contou com a participação de 500 portugueses e que analisou o impacto que o Covid-19 teve nos hábitos de compra e de mobilidade.

“O carro privado é rei no novo normal. O Covid-19 Mobility Survey mostra que 89% dos portugueses estão agora mais propensos a conduzir o seu próprio carro do que a utilizar transportes públicos devido a preocupações de segurança, enquanto 62% consideraram conduzir em vez de viajar de avião para as suas próximas férias (30% a não tinha quaisquer planos).

Também assistimos a uma mudança definitiva para o comércio eletrónico durante a pandemia, com 20% portugueses a considerar agora ativamente a possibilidade de comprar o seu próximo carro online. Claramente, estas são mudanças estruturais que provam que a compra de automóveis online não é apenas uma tendência temporária, mas uma parte essencial do novo normal”, refere Luis Lopes, Managing Director da CarNext.com.

Principais conclusões do Covid-19 Mobility Survey aos condutores portugueses:
– Há uma clara preferência pelo automóvel particular em detrimento de outras soluções de mobilidade. 89% das pessoas inquiridas assumiram uma maior probabilidade de conduzir um veículo privado do que de utilizar o transporte público devido à pandemia de Covid-19.

– Tem havido uma grande mudança de atitude em relação às soluções de car sharing, com 64% dos portugueses inquiridos a dizer que se sentem um pouco ou muito inseguros na utilização desses serviços.

– Dos que têm planos de férias este ano (30% dos portugueses não têm planos de férias), 62% dizem ter considerado conduzir em vez de viajar de avião.

– 20% dos portugueses refere haver agora maior probabilidade de adquirirem um carro online do que antes da pandemia.

– Os condutores portugueses estariam mais dispostos a comprar um carro online se a entrega ao domicílio estivesse disponível (29%); se fosse oferecida uma garantia de reembolso de 14 dias (57%); ou se fosse fornecido um histórico completo de manutenção e verificações mecânicas (68%)

Notícias da mesma categoria

João Vieira

Do mesmo Autor: João Vieira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com