LIQUI MOLY Special Tec AA 0W-8 para modelos Mazda e Toyota

09 - LIQUI MOLY Special Tec AA 0W 8

O desenvolvimento de novos lubrificantes continua a todo o vapor na LIQUI MOLY. Com o Special Tec AA 0W-8, a marca lança no mercado o seu óleo de motor mais fino até à data. Oferece um potencial máximo em termos de poupança de combustível e uma elevada proteção do motor

O Special Tec AA 0W-8 da LIQUI MOLY cumpre a mais recente norma JASO GLV-1, necessária para modelos híbridos da Mazda e da Toyota. A sigla AA no nome do produto faz uma referência aos veículos e significa Ásia e América.

“Os fabricantes de automóveis japoneses sempre foram muito recetivos à poupança de combustível, facto que impulsionou o fabrico de óleos de baixa viscosidade começados por 0W-20”, explica Oliver Kuhn.

Estas viscosidades só são possíveis para motores a gasolina, razão pela qual o país do sol nascente sempre desempenhou um papel pioneiro no desenvolvimento destes óleos de motor especiais. Isto acontece também com os automóveis de propulsão híbrida.

Os motores modernos precisam de óleos de motor cada vez mais modernos, razão pela qual a indústria investe muito trabalho de desenvolvimento neste tipo de óleos. Os híbridos têm requisitos especiais em termos de óleo de motor.

Estes componentes são mais pequenos, mas não menos solicitados, antes pelo contrário, e Oliver Kuhn sabe isso: “Muitas vezes, um motor destes tem de lidar com rotações elevadas depois de estar parado, ou seja, no estado frio. Isto abre a porta para a entrada de água.

A resistência à oxidação, bem como a proteção térmica e anticorrosiva são parâmetros adicionais que influenciam o desenvolvimento de lubrificantes. Consequentemente, a escolha dos aditivos torna-se mais difícil, assim como a escolha do óleo de base.

Uma qualidade máxima constante é um requisito básico e a margem de tolerância é extremamente reduzida.” Podemos fazer uma comparação com o desporto de alta competição: nas competições com atletas de topo, quem fica à frente é quem faz bem também todas as pequenas coisas.

Numa perspetiva de desenvolvimento, Oliver Kuhn explica: “O 0W-8 é atualmente a classe de viscosidade mais baixa. Uma classe ainda mais baixa seria possível, mas o esforço seria imensamente elevado.”

Em 2015, as classes de viscosidade da Society of Automotive Engineers (SAE) foram ampliadas para 0W-16 /-12 /-8. Não foi possível uma correspondência na API, motivo pelo qual foi definida a norma ILSAC GF-6B, mas atualmente apenas até à SAE 0W-16. Paralelamente, a Japanese Automotive Standards Organization (JASO) desenvolveu uma nova especificação para óleos de viscosidade extra baixa JASO GLV-1 (Gasoline Low Viscosity). Trata-se do padrão atualmente em vigor.

De resto, existe já uma grande procura pelo novo LIQUI MOLY Special Tec AA 0W-8 na Europa. No manual do condutor, a Toyota recomenda a utilização de um óleo com poupança de combustível máxima. Por isso é que as oficinas e os concessionários das marcas aguardam com expectativa pelo campeão da poupança de combustível.